Portugal e suas variedades

Pôr do sol na Costa da Caparica - Portugal

Pôr do sol na Costa da Caparica – Portugal

Como vocês devem saber, eu estive em Portugal no final de Agosto. Fiquei num albergue na Costa da Caparica e tive umas aulas de surf.

A Costa da Caparica é a região de praias mais próxima da capital, Lisboa, e essa foi uma razão pela qual escolhi ir pra lá. Realmente, não me arrependi.

A facilidade de passar suas férias numa cidade européia vibrante e ao mesmo tempo poder relaxar com uma praia maravilhosa nos mostra que Portugal é um destino completo.

Nos dias em que passei na “Costa” foram dias de diversão, de praia, sol, frutos do mar e aquelas caminhadas relax que você faz na praia. Eu sei que para quem mora no Rio de Janeiro, por exemplo, isso não faz muita diferença, mas para quem não tem praia e na maior parte está com frio, esse tipo de férias é quase fundamental, rs.

Nos três dias que passei na cidade, fiz um passeio em Lisboa, outro dia no bairro de Belém (lar dos famosos “pastéis de Belém” – huuuuummmm) e o último dia em Sintra, (cidade onde residia a família real portuguesa).

Não posso deixar de comentar a semelhança que percebi de Portugal com o Brasil, em muitos aspectos. É muito interessante analisar as origens, não só pelas pedras portuguesas e o calçadão de Copacabana em todo o lugar, mas os bares, a comida e as construções dão aquela sensação redescoberta e conexão com o nosso país.

Praça da Figueira - Lisboa

Praça da Figueira – Lisboa

Com relação à arquitetura, uma coisa que me deixou um pouco triste foi ver a beleza daquelas construções um tanto familiares e lembrar das mesmas no Rio de Janeiro tão descuidadas e outras praticamente destruídas. Notei uma beleza que é desperdiçada no nosso país e o potencial que não é aproveitado. Imaginei o quanto Santa Teresa, por exemplo, poderia ser a nossa ‘Old town’, preservando assim, a nossa herança daqueles tempos.

Quando estava num restaurante em frente à praia, tive uma sensação de nostalgia imensa dos tempos de criança onde meus pais iam para um restaurante na Avenida Atlântica e comíamos um peixe ou picanha e pudim de leite de sobremesa, olhando para o oceano, o mesmo oceano…
Como um todo, foi muito divertido ver nosso cantinho brasileiro na Europa, mais ensolarado, relaxado, divertido e caloroso que os outros países europeus. Com bolinhos de bacalhau, carnes, praias e nossa língua. Para mim, que não estou mais tão perto do Brasil, senti como se tivesse um pedacinho dele mais perto de mim.

Você gostou? Compartilhe

Jenninha

Jennifer Strejevitch é Desenvolvedora de Software e Tradutora freelancer. Cidadã Brasileira e Britânica, já morou no Brasil, Reino Unido, Suíça e agora está de volta a Londres. Adora viajar e aprender novos idiomas. "A cada dia que tenho uma experiência nova, seja uma comida, um caminho novo ou uma vista diferente, sinto como este dia tenha valido a pena."

2 Comments

  1. Achei muito boa a comparação, em que ela fez com portugal x Brasil ,apesar de ficar um pouco triste pelo meu Rio de Janeiro, por estar tão abandonado, apesar das obras de melhorias. Mas enfim espero que através desse seu depoimento de suas férias, as pessoas saibam aproveitar o que o mundo nos oferece de melhor!!!Parabéns Jenninha!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *